guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Perguntas Frequentes


Os cursos, palestras e oficinas da Casa Guilherme de Almeida oferecem certificado de participação?

Sim, basta solicitar através do e-mail contato@casaguilhermedealmeida.org.br

O que fazer para participar dos Programas continuados da Casa Guilherme de Almeida (Programa Formativo para Tradutores Literários, Programa de Aprimoramento em Tradução Literária e Programa Cinematographos)?

O interessado deve ficar atento aos respectivos processos de seleção, sabendo de antemão que será necessário entregar, em todos os casos, os seguintes documentos: carta de intenção, ficha de inscrição e currículo atualizado.

Como se inscrever nas atividades da Casa?

Basta acessar o link do evento na aba "Programação", do nosso site, e preencher a ficha de inscrição na plataforma da Poiesis, chamada Education.

O sistema de inscrições envia algum tipo de confirmação automática?

Não, é necessário atentar aos comunicados enviados por e-mail pela equipe da Casa.

Como posso participar da programação da Casa como ministrante?

É necessário enviar uma proposta sistematizada da atividade para o e mail contato@casaguilhermedealmeida.org.br e aguardar o retorno da coordenação responsável pela área de interesse.

A quem devo pedir autorização de uso de textos de Guilherme de Almeida?

Os detentores dos direitos autorais de Guilherme de Almeida são seus herdeiros, representados por sua neta, Maria Isabel Barrozo de Almeida. Autorizações para publicação devem ser solicitadas a ela, pelo e-mail: isabel.miba@uol.com.br . Caso haja alguma dificuldade de comunicação, poderemos intermediar o assunto.

Quem morava aqui?

Guilherme de Almeida e sua esposa Belkiss Barroso de Amaral (Baby de Almeida). O filho do casal, Guy Sérgio Haroldo Estevam Zózimo Barroso de Almeida, chegou a morar na casa antes de se casar.

Tudo aqui é original?

Sim, todos os objetos são originais e pertenceram ao casal Guilherme e Baby de Almeida.

A casa está igual a quando era moradia?

Na maior parte sim. Durante a preparação para se tornar museu, aberto em 1979, houve a abertura de uma parede que separava os quartos do casal e o de seu filho, no primeiro andar. Em 2010 realizaram-se obras de adequação, que incluíram a instalação de um elevador para acessibilidade, de um deck e uma pequena arquibancada para ações culturais e educativas, no antigo quintal da residência. A edícula foi adequada para instalação de banheiros públicos (um acessível) e copa de funcionários.

Onde o poeta está enterrado?

Guilherme de Almeida (24/07/1890 – 11/07/1969) está sepultado no Mausoléu do Soldado Constitucionalista, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo.

Os descendentes frequentam o Museu?

Eventualmente, descendentes do poeta Guilherme de Almeida visitam o Museu.

Quem cuida desse Museu? É público ou privado?

O Museu pertence à Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e é administrado pela POIESIS, Organização Social de Cultura, que desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A Instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação e artística e intelectual e de difusão da língua e literatura.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Agendamento de visita (grupos): 55 11 3672-1391 | 3868-4128
Visitação: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h
(consultar programação).

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | contato@casaguilhermedealmeida.org.br
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

OUVIDORIA