guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
biblioteca
serviços

Marcello Tupynambá é celebrado em eventos especiais na Casa Guilherme de Almeida

Entre os dias 16 e 21 de fevereiro, a Casa Guilherme de Almeida realiza uma série de eventos em homenagem ao compositor paulista Marcello Tupynambá(1889 -1953). Haverá três concertos comentados a partir de sua obra e o seu impacto em torno da Semana de Arte Moderna de 1922, além de uma sessão de cinema em celebração ao artista. Marcelo Tupinambá Leandro, músico e bisneto do compositor, participará dos eventos. A Casa é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado, gerenciada pela organização Poiesis.

Marcelo Tupynambá foi pseudônimo de Fernando Álvares Lobo. Filho do maestro Eduardo Álvares Lobo, ainda pequeno se mudou para São Paulo, onde fez o curso primário. Formado em engenharia civil, descobriu que sua verdadeira vocação era a música, depois de musicar em 1914 a revista teatral de Danton Vampré, denominada São Paulo Futuro. A partir desse momento, seguiu carreira de compositor, que alcançou renome internacional, com mais de 1,2 mil melodias, das quais seiscentas foram impressas e gravadas.

Todos os eventos têm entrada gratuita. Confira a programação:

Aulas-Show
Marcello Tupynambá: Alma Musical Modernista
Local: Casa Guilherme de Almeida Anexo

Sequência de concertos comentados a partir da obra de Marcello Tupynambá e seu impacto em torno da Semana de Arte Moderna de 1922. Serão abordados textos e parcerias dos modernistas Mário de Andrade, Guilherme de Almeida, Villa-Lobos, Menotti del Picchia e Darius Milhaud, para que o participante consiga compreender e reconhecer estilos dos escritores que deram corpo ao Modernismo de 22 e possam, também, tomar melhor contato com o sentido da obra do compositor Marcello Typinambá.

Dia 16/02, das 19h às 21h
Canções: Viola Cantadera, São Paulo Futuro, Canção da Guitarra, Que sodade.
Participações: Cris Velasco (vocal), Cá Raiza (violoino), Giovanino Di Ganzá (bandolin), Luciano Castro (violão), Marcelo Tupinambá Leandro (violão) e Silnei Doomacil (flauta).

Dia 17/02, das 19h às 21h
Canções: Pierrot, Coração, Até a Vorta, Viola Cantadera, Jongo, Jururu.
Participação: Hercules Gomes (piano)

Dia 18/02, das 19h às 21h
Canções: Deixa estar, São Paulo Futuro, Alma em Flor, Cruz na estrada.
Participações: Alex Correa (viola erudita), Cá Raiza (violoino), Giovanino Di Ganzá (bandolin), Julia Tygel (piano), Luciano Castro (violão 7 cordas), Marcelo Tupinambá Leandro (violão 7 cordas), Silnei Doomacil (flauta).

Dia 21/02, às 15h
Sessão Matinê: “A Trilha Sonora de Marcello Tupynambá”
Por Marcelo Tupinambá Leandro
Local: Sala Cinematographos

Serão comentadas as participações do compositor modernista Marcello Tupynambá em trilhas de filmes como Coisas nossas (1931), Honra e ciúmes (1933) e Angela (1951), que será exibido. O músico Marcelo Tupinambá Leandro, bisneto do compositor, comentará aspectos do movimento modernista brasileiro e como seus principais representantes consideravam e atuavam no campo da cinematografia.

Serviço:
Sala Cinematographos / Casa Guilherme de Almeida Anexo
Rua Cardoso de Almeida, 1943. Tel. 3673-1883.
www.casaguilhermedealmeida.org.br

EXPOSIÇÃO - A POÉTICA DAS RUAS Funcionamento de carnaval Casa Guilherme de Almeida consolida primeiro centro de estudos de tradução literária no Brasil
PROGRAMA CONTINUADO: INTELECÇÃO DE TEXTOS EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Coordenadora do Centro de Estudos de Tradução literária realiza palestra no 17º Encontro de Férias Horário especial de final de ano
voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU

Visitação: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h
(consultar programação).

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | casaguilhermedealmeida@gmail.com
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

POIESIS
POIESIS
PORTAL DA TRANSPARÊNCIA ESTADUAL
OUVIDORIA