guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Centenário de Orson Welles ganha pacote de atrações na Casa Guilherme de Almeida

Exibição de filmes, debates e performance do clássico A Guerra dos Mundos pelo Grupo Teatro da Peste em pontos diferentes da cidade fazem parte da programação em homenagem ao diretor de Cidadão Kane. 

Para um bom número de críticos e historiadores, ele foi o maior diretor de cinema de todos os tempos. Revolucionário, fez de Cidadão Kane (1941) um filme emblemático em linguagem e inovação na narrativa e aproximou o cinema do conceito de arte. Sem Orson Welles, talvez não tivesse existido movimentos importantes do cinema como Neorrealismo italiano, Nouvelle Vague ou Cinema Novo. Ou mesmo grandes diretores americanos como Martin Scorcese, Martin Ritt, Peter Bogdanovich e Clint Eastwood, e o cinema independente não teria reinventado Hollywood nas décadas de 1960 e 1970.

Se estivesse vivo, Welles completaria 100 anos no dia 6 de maio de 2015. No mesmo ano, aliás, do trigésimo aniversário de sua morte. Para celebrar seu legado à altura de sua importância, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerenciada pela Poiesis, realiza uma retrospectiva de sua obra a partir de uma série de eventos, que inclui parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS) e o Sistema Municipal de Bibliotecas.

No anexo da Casa, durante os sábados 9, 16 e 23 de maio, serão mostrados alguns dos clássicos do cinema dirigidos por Welles. Entre os selecionados estão: É tudo verdade (It’s all true, 1942), no dia 9; Cidadão Kane (Citizen Kane, 1941), no dia 16; The Hearts of age (curta-metragem, 1934) e A Dama de Shangai (The lady from Shanghai, 1947), no dia 23. As exibições serão seguidas de bate-papos sobre os filmes, que focalizarão a genialidade de Welles por meio de textos escritos por Guilherme de Almeida (1890-1969) em sua coluna “Cinematographos”, para o jornal O Estado de S. Paulo, atividade desenvolvida por ele entre as décadas de 1920 e 1940.

Invasão de discos voadores

No sábado, dia 30 de maio, para fechar o ciclo, haverá uma performance do clássico A Guerra dos Mundos pelo Grupo Teatro da Peste. A encenação é inspirada no episódio ocorrido em 1938, quando Orson Welles, ao fazer a adaptação radiofônica do livro A Guerra dos Mundos, de H.G. Wells, gerou pânico ao anunciar uma fictícia invasão alienígena nos Estados Unidos.

Do mesmo modo, o Grupo Teatro da Peste propõe a recriação de uma suposta invasão alienígena, a partir de um formato mais atual e tecnológico. Nove atores serão divididos em dois grupos. Quatro integrantes estarão espalhados por pontos importantes da cidade e serão acompanhados via transmissão online. Os outros cinco integrantes estarão na Casa Guilherme Anexo junto ao público, onde a trama também irá se desenrolar de forma interativa e surpreendente. Após a apresentação, o grupo comentará o processo criativo de sua adaptação, e, em seguida, o professor Marcos Soares discutirá o famoso experimento.

 

PROGRAMAÇÃO CASA GUILHERME DE ALMEIDA: 


Encontros Cinematographos Especial: Cidadão Welles - 100 anos depois
Sábados, às 15h30. Local: Casa Guilherme Anexo
Curadoria: Donny Correia.

Dia 9 de maio: É tudo verdade (It’s all true, 1942)

Filme inacabado que Welles rodou parcialmente no Brasil. Em 1993, uma equipe de pesquisadores teve acesso ao copião de Welles e finalizou a obra buscando chegar o mais perto possível do que teria pensado seu criador, por meio de anotações e desenhos. (Para realizar a inscrição, clique aqui)

Dia 16 de maio: Cidadão Kane (Citizen Kane, 1941)
Com a participação do professor João Eduardo Hidalgo

Primeiro longa-metragem de Welles e também seu filme mais polêmico, por se tratar de uma estória livremente baseada na vida de William Randolph Hearst, magnata da imprensa. O longa chegou a ser proibido e execrado, mas hoje é considerado um dos filmes mais importantes para a história do cinema, e uma obra que reinventou a linguagem cinematográfica. (Para realizar a inscrição, clique aqui)

Dia 23 de maio:

The Hearts of age (curta-metragem, 1934)

Filme dirigido em parceria com William Vance, que mostra cenas aleatórias de personagens alegóricos, num estilo que lembra as experiências de vanguarda de Luis Buñuel e Salvador Dalí.

A Dama de Shangai (The lady from Shanghai, 1947)

Filme policial no estilo noir, que tem Rita Hayworth no elenco. Foi uma produção menor de Welles, que buscava recursos para manter seu musical baseado na obra de Julio Verne, A volta ao mundo em 80 dias. Em troca de um empréstimo, Welles se comprometeu a realizar esta produção. Mesmo assim, o filme é repleto de cenas brilhantes, como a perseguição na casa de espelhos. (Para realizar a inscrição, clique aqui)

Dia 30 de maio: Performance A GUERRA DOS MUNDOS
Pelo Teatro da Peste

Baseada na adaptação da obra de H.G. Wells, feita pelo Mercury Theater para o rádio, sob a direção de Welles, em 1938 – que causou enorme impacto na ocasião –, o grupo Teatro da Peste propõe a recriação de uma suposta invasão alienígena nesta performance em tempo real transmitida de vários pontos da cidade. Após a apresentação, o grupo comentará o processo criativo de sua adaptação, e, em seguida, o professor Marcos Soares discutirá o famoso experimento radiofônico de Welles. (Para realizar a inscrição, clique aqui)

Para conferir a programação dos outros centros culturais, acesse: 
www.mis-sp.org.br e www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/bibliotecas/

Casa Guilherme de Almeida Anexo 
Rua Cardoso de Almeida, 1943. 
Tel. 3673-1883.  
Entrada franca.  

 

Programa Continuado: cursos de intelecção de textos em línguas estrangeiras EXPOSIÇÃO - A POÉTICA DAS RUAS Funcionamento de carnaval
Casa Guilherme de Almeida consolida primeiro centro de estudos de tradução literária no Brasil PROGRAMA CONTINUADO: INTELECÇÃO DE TEXTOS EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Coordenadora do Centro de Estudos de Tradução literária realiza palestra no 17º Encontro de Férias
voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU

Visitação: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h
(consultar programação).

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | casaguilhermedealmeida@gmail.com
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA ESTADUAL
OUVIDORIA