guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Curso



AUGUSTO DE CAMPOS TRADUTOR

08 de Fevereiro de 2021 | 19h às 21h
Por Ana H. Souza, Dirceu Villa, Francesca Cricelli e Simone H. de Mello
Aula 1

De segunda a quinta-feira, 8, 9, 10, 11 de fevereiro, das 19h às 21h

Por ocasião dos 90 anos do poeta e tradutor Augusto de Campos, tradutores e pesquisadores comentam a sua contribuição para a tradução de poesia e contextualizam a ruptura que representou a atividade tradutória da vanguarda literária concreta no Brasil.

As aulas serão transmitidas online, através da plataforma Zoom.

Esta atividade conta como crédito para o Programa Formativo para Tradutores Literários e para o Programa de Aprimoramento em Tradução Literária. 

Grátis


Ana Helena Souza
 é doutora em Letras pela USP e tradutora literária. Escreveu A tradução como um outro original (2006), discutindo a autotradução e o bilinguismo na prosa de Samuel Beckett, sobretudo no romance Como é (2003), que traduziu. De Beckett, traduziu ainda Molloy (2007), Malone morre (2014), O inominável (2009) e Companhia e outros textos (2012). Em 2013, concluiu pós-doutorado no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução da UFSC, onde ministrou oficinas e desenvolveu seu projeto de tradução, introdução e notas do romance Sartor Resartus de Thomas Carlyle.

Dirceu Villa
é poeta e tradutor, autor de MCMXCVIII (1998), Descort (2003), Icterofagia (2008), Transformador (2014), speechles tribes (2018) e couraça (inédito, 2014). Doutorou-se em Letras, na USP, com estágio em Londres e tese sobre a poesia do Renascimento italiano e do inglês. Traduziu Um anarquista e outros contos, de Joseph Conrad (2009), Lustra, de Ezra Pound (2011) e Famosa na sua cabeça, de Mairéad Byrne (2015). Foi poeta convidado para a oficina de tradução do Festival Internacional de Poesia, de Berlim, em 2012, para residência literária em Londres e Norwich em 2015, para o Festival Internacional de Poesía de Granada, em 2018, e para o festival Policromia & Co, em Siena, 2019.

Francesca Cricelli
é poeta, tradutora e doutora em literatura e tradução (USP). Publicou entre outros Repátria (Selo Demônio Negro), 16 poemas + 1 (Sagarana forlag, 2017) e Errância (Edições Macondo, 2019). Traduziu Elena Ferrante (Biblioteca Azul, 2016), Igiaba Scego (Nós, 2018), Jolanda Insana (Revista Cult, 2020) e Fernando Pessoa (Interno Poesia, 2021). Vive em Reykjavík, onde estuda língua e literatura islandesa.

Simone Homem de Mello
é poeta e tradutora literária. Escreveu libretti para as óperas Orpheus Kristall (Munique, 2002), Keine Stille außer der des Windes (Bremen, 2007), UBU – eine musikalische Groteske (Gelsenkirchen, 2012). Seus poemas em português estão reunidos nos livros Périplos (2005), Extravio Marinho (2010), Terminal, à Escrita (2015) e em antologias brasileiras e estrangeiras de poesia contemporânea. Como tradutora, dedica-se especialmente à poesia moderna e contemporânea de língua alemã (Arno Holz, Paul Celan, Thomas Kling, entre outros) e à obra do escritor austríaco Peter Handke.

voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Agendamento de visita (grupos): 55 11 3672-1391 | 3868-4128
Visitação: Quarta a sábado, das 12h às 16h

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | contato@casaguilhermedealmeida.org.br
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

OUVIDORIA