guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Evento Especial



GUILHERME DE ALMEIDA EM CENA 2022

21 de Julho de 2022 | 19h às 21h

De 21 a 24 de julho de 2022, quinta-feira a domingo

Horários: quinta e sexta, das 19h às 21h; sábado, das 10h30 às 17h30; domingo, às 14h

 

ACOMPANHE TODAS AS PALESTRAS DO EVENTO PELO LINK DO ZOOM: https://us02web.zoom.us/j/83051017475

 

A cada ano, no mês de nascimento e morte de Guilherme de Almeida (1890-1969), o museu que leva seu nome presta tributo ao poeta por meio de um programa especial, que reúne atividades relacionadas à sua obra, buscando mostrar a pluralidade de sua atuação.

 

Programa:

 

Quinta-feira, 21 de julho de 2022

 

19h Palestra de abertura do evento: “Crônicas de Guilherme de Almeida”, com Cesar Veneziani e Marlene Laky

A palestra abordará a atuação de Guilherme de Almeida como cronista, por meio da leitura de crônicas publicadas nos jornais Diário da Noite, Folha da Manhã, Jornal de São Paulo, Diário de São Paulo e O Estado de São Paulo. O intuito é observar as diferenças de estilo e o desenvolvimento da escrita do poeta, que versava sobre assuntos diversos – jogos de futebol, desenhos animados, cantores da jovem guarda, entre tantos outros – com estilo elegante e bem humorado.

 

Sexta feira, 22 de julho de 2022                             

 

19h Palestra “Guilherme de Almeida, pioneiro da crítica cinematográfica”, com Donny Correia

Guilherme de Almeida foi um dos pioneiros da crítica cinematográfica em periódicos diários ao assumir a coluna "Cinematographos", do jornal O Estado de S. Paulo, em 1926, publicando mais de duas mil críticas até 1942, quando transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Esta palestra revisitará sua trajetória na apreciação cinematográfica, trazendo exemplos de uma metodologia própria empregada para analisar filmes de diversos gêneros e nacionalidades, comentar as novidades como a cor e o som no cinema e retratar os hábitos dos paulistanos, frequentadores das tradicionais salas da cidade. Os exemplos usados fazem parte do livro Cinematographos, antologia da crítica cinematográfica, organizado por Donny Correia e Marcelo Tápia, em 2016.

 

Sábado, 23 de julho de 2022

 

10h30 Palestra “Guilherme de Almeida e o Haicai no Brasil”, com Marcelo Tápia

A palestra abordará a história da prática do haicai em nosso país, focalizando a contribuição de Guilherme de Almeida, um dos principais divulgadores e adaptadores, entre nós, desse modelo de poema breve, de origem japonesa.

 

15h Exibição do curta-metragem de animação “Os hai-kais do príncipe”, de Maurício Squarisi, com comentários do diretor após a exibição. O vídeo, realizado com recursos do Fundo de Investimentos Culturais de Campinas (FICC), conta a vida e traz elementos da obra de Guilherme de Almeida.

Os Hai-kais do príncipe, de Maurício Squarisi, 13’, vídeo

 

16h Exibição do longa-metragem “Apassionata”, de Fernando de Barros. Entre as várias atividades de Guilherme de Almeida estavam colaborações esporádicas como autor de argumentos e diálogos em roteiros cinematográficos. Uma dessas colaborações são os diálogos do filme Apassionata, de Fernando de Barros. Produzido pela Companhia Cinematográfica Vera Cruz, o filme conta a história de uma talentosa pianista, interpretada por Tônia Carrero, que é acusada pela morte de seu marido, um famoso maestro (Zbigniew Ziembinski). Comprovada sua inocência, ela se retira para um lugar junto ao mar.Lá, conhece Pedro (Anselmo Duarte), diretor de um reformatório, com quem inicia um intenso romance. Apassionata é também o filme de estreia do ator Paulo Autran no cinema. Após a exibição, o crítico cinematográfico Donny Correia fará comentários sobre a obra.

Apassionata, de Fernando de Barros, 96’, 1952, vídeo
Com Tônia Carrero, Anselmo Duarte, Zbigniew Ziembinski e Paulo Autran.

 

A atividade será realizada no Anexo da Casa Guilherme de Almeida, disponibilizando-se 30 vagas para participação presencial, a serem preenchidas por ordem de inscrição. Endereço: Rua Cardoso de Almeida, 1943 – Perdizes/SP.

 

Para se inscrever, clique aqui

 

Domingo, 24 de julho de 2022

 

14h Visita temática “Guilherme de Almeida e o Japão”, com Debora Paneque A partir de peças presentes no acervo do museu, bem como de haicais e trechos de textos de Guilherme de Almeida, a visita destacará o interesse e experiência do poeta com a cultura japonesa.

 

A atividade será realizada no Museu Casa Guilherme de Almeida, disponibilizando-se 05 vagas para participação presencial, a serem preenchidas por ordem de inscrição. Endereço: Rua Macapá, 197 – Perdizes/SP.

 

Para se inscrever, clique aqui

 

Cesar Veneziani é mestre em Estudos da Tradução pela FFLCH-USP. Como poeta publicou os livros Asas (Utopia Editora, 2009), Neblina (Editora Patuá, 2012), Versos avulsos e outras valsas (Editora Patuá, 2015), Dicioneto mitopoético – de Afrodite a Zeus (MorningStar Books, 2018) e Estações do ano e da vida (Editora Patuá, 2020). Sua tradução de El libro de los sonetos de Nicolás Guillén está em fase final de publicação pela Mocho Edições. Participou ainda de algumas coletâneas e foi publicado em algumas revistas tanto impressas quanto eletrônicas, tendo, inclusive, um artigo publicado na Revista Re-produção, da Casa Guilherme de Almeida em seu primeiro número, de 2014.

 

Debora Paneque Nogueira é formada em Educação Artística e possui pós graduação em Gestão do Patrimônio e Cultura.  Desde 2004 atua em educativos, como na Bienal de Artes de São Paulo, e ministra oficinas e formações para professores.

 

Donny Correia é mestre e doutor em estética e história da arte pela USP e crítico de cinema. Também é escritor e poeta, tendo publicado, entre outros, Corpocárcere (2013) e Zero nas Veias (2015). Em 2013, tornou-se o primeiro brasileiro a ter um poema selecionado pela NASA para ser enviado a Marte a bordo da sonda MAVEN. Publica ensaios e resenhas em periódicos como O Estado de S. PauloFolha de S.Paulo e Psicologia em foco (PUC-PR). Também atua como professor de História e Linguagem do Cinema em instituições diversas como FMU, Academia Internacional de Cinema e Sesc. Em 2016 publicou, pela editora Unesp, Cinematographos de Guilherme de Almeida – antologia da crítica cinematográfica. Sua obra mais recente, publicada em 2018, é Cinefilia crônica: comentários sobre o filme de invenção.

 

Marcelo Tápia, poeta, tradutor, ensaísta e professor, é graduado em Letras (Português e Grego) e doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada pela FFLCH-USP, onde também realizou pós-doutorado em Letras Clássicas. É professor do LETRA – Programa de Pós-Graduação em Letras Estrangeiras e Tradução da FFLCH-USP. Dedicado a estudos acerca de museus-casas, preservação e produção de memória, é diretor da Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, formada por Casa das Rosas, Casa Guilherme de Almeida e Casa Mário de Andrade, instituições da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de S. Paulo.

 

Marlene Laky é jornalista pela PUC-CAMP e conservadora-restauradora formada pelo SENAI. Ministrou diversas oficinas sobre conservação de livros em instituições como ECA-USP, Casa das Rosas e Casa Guilherme de Almeida, onde trabalha atualmente.

 

Maurício Squarisi é roteirista, diretor e animador.  Cofundador do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas – um dos maiores núcleos de produção cinematográfica de animação do Brasil. Com suas produções, já participou de diversos festivais de cinema nacionais e internacionais.

voltar
Visitação e agendamento para grupos
55 11 3672-1391 | 3868-4128
educativo@casaguilhermedealmeida.org.br
Programação cultural: 55 11 4096-9801
contato@casaguilhermedealmeida.org.br

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 18h

MAPA DO SITE

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte sobre os Cookies e a Política de Privacidade para obter mais informações.

ACEITAR