Em atendimento à legislação eleitoral, parte de alguns conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.


 
guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Mostra de Cinema



100 ANOS DE PASOLINI: SESSÃO VERSÁTIL ESPECIAL

06 de Agosto de 2022 | 15h30

Sábados, 6, às 15h30, e 13 e 20 de julho, às 15h

 

Para celebrar os 100 anos de nascimento do cineasta, poeta e teórico italiano Pier Paolo Pasolini, a Casa Guilherme de Almeida, em parceria com a Versátil Home Video, promove sessões comentadas dos filmes de sua aclamada Trilogia da vida. Baseados em três grandes clássicos da literatura antiga, os filmes Decameron (1971), Os contos de Canterbury (1972) e As mil e uma noites (1974) são odes ao amor, ao sexo e ao humor, que antecederam a última e mais polêmica das obras do cineasta, Salò – cento e vinte dias de Sodoma. Após cada exibição, o crítico e curador Fernando Brito conversará com especialistas sobre os filmes e as obras em que se baseiam.

Indicação etária: 18 anos.

Atividades presenciais.

 

Sábado, 06 de agosto, 15h30

DECAMERON, de Pier Paolo Pasolini (Il Decameron, 1971, 111 min.)

Baseando-se em episódios extraídos do clássico Decamerão (1348-1353), do italiano Giovanni Boccaccio, Pasolini apresenta um retrato da Itália medieval repleto de humor e sensualidade, sem deixar de criticar a corrupção religiosa e abordar as desigualdades sociais do período. Vencedor do Urso de Prata no Festival de Cinema de Berlim. Após a exibição, bate-papo entre Fernando Brito e Erica Sarmet. Clique aqui para assistir no Youtube.

 

Sábado, 13 de agosto, 15h

OS CONTOS DE CANTERBURY, de Pier Paolo Pasolini (I racconti di Canterbury, 1972, 111 min.)

Baseado no popular Os Contos de Cantuária (1387-1400), do inglês Geoffrey Chaucer, o filme pode ser considerado uma ode de amor ao sexo e à vida. Peregrinos a caminho da Catedral de Canterbury, para superar o cansaço da viagem, começam a dividir relatos e passagens eróticas. Por meio de imagens mágicas e rústicas dos costumes da Inglaterra no século XIV, celebram o prazer, a alegria e o corpo e criticam o moralismo vigente na sociedade de sua época. Vencedor do Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim. Após a exibição, bate-papo entre Fernando Brito e a professora e pesquisadora Alzira Allegro. Clique aqui para assistir no Youtube. 

 

Sábado, 20 de agosto, 15h

AS MIL E UMA NOITES de Pier Paolo Pasolini (Il fiore delle mille e una notte, 1974, 131 min.)

Baseado em uma das histórias de As mil e uma noites, marco da literatura tradicional do Oriente Médio e do sul da Ásia, Pasolini conclui sua Trilogia da vida acompanhando a trajetória do jovem Mur-el-Din, que é iniciado no sexo por sua escrava Zumurrud. Após a escrava ser raptada por ter olhos azuis, seu amante sai à sua busca, encontrando no caminho personagens curiosos. Vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes. Após a exibição, bate-papo entre Fernando Brito e o cineasta e escritor João Silvério Trevisan. Clique aqui para assistir no Youtube.  

 

Para realizar a sua inscrição, clique aqui!

 

As atividades serão realizadas na Sala Cinematographos do Anexo da Casa Guilherme de Almeida, disponibilizando-se 30 vagas para participação presencial. Endereço: Rua Cardoso de Almeida, 1943 – Perdizes/SP. Também haverá transmissão do bate-papo por meio da página do Youtube do museu.

 

Alzira Allegro é doutora em Letras pela Universidade de São Paulo. Foi professora na extinta Faculdade Ibero-Americana; atualmente é professora de Tradução e de Literaturas de Língua Inglesa na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); professora da oficina de tradução de prosa do Programa Formativo para Tradutores Literários da Casa Guilherme de Almeida desde 2013. É também tradutora juramentada e tradutora literária. Traduziu várias obras literárias e de ciências humanas para o português e, em coautoria, publicou Whatchamacallit?; Happy Couples; The Word is the Thing e Glossário de Termos Acadêmicos e de Educação. Publicou vários artigos e ensaios de crítica e tradução literária, especialmente sobre o gênero conto.

 

Érica Ramos Sarmet faz roteiro, direção e pesquisa em audiovisual. Dirigiu e roteirizou os curtas Latifúndio (2017) e Uma paciência selvagem me trouxe até aqui (2021), vencedor do Prêmio Especial do Júri no Sundance Film Festival 2022. É doutorande em Meios e Processos Audiovisuais na ECA-USP, onde pesquisa a construção de sensação em roteiros de longas-metragens de ficção; autore de capítulos de livros e artigos sobre história do cinema brasileiro, feminismo, cinema queer, sensação e escrita fílmica, com destaque para os livros Explosão feminista (2018, Cia das Letras) de Heloisa Buarque de Hollanda, e Feminino plural: mulheres no cinema brasileiro (2017, Papirus), finalista do Prêmio Jabuti. 

 

Fernando Brito é pesquisador e crítico de cinema, tradutor e doutor em Literatura Inglesa pela USP e, desde 2002, trabalha como curador da Versátil Home Video, onde idealizou e supervisionou o lançamento de centenas de filmes e coleções temáticas. Nos últimos anos, tem ministrado palestras e cursos sobre a história do cinema em instituições como Oficina Oswald de Andrade, CineSesc, Cine Passeio e unidades do SESC pelo país. 

 

João Silvério Trevisan é escritor, roteirista, diretor de cinema e dramaturgo. Tem vários livros publicados entre ensaios, romances e coletâneas de contos, como Pai, pai (Alfaguara, 2017); A idade de ouro do Brasil (Alfaguara, 2019); Devassos no paraíso (Objetiva, 2018) entre outros. Recebeu três vezes os prêmios Jabuti e da Associação Paulista dos Críticos de Artes (APCA), além de outros prêmios em teatro e cinema. É diretor dos filmes Contestação (curta-metragem, 1969) e Orgia ou o homem que deu cria (longa-metragem, 1971).

 

voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Agendamento de visita (grupos): 55 11 3672-1391 | 3868-4128
Visitação: Terça a domingo, das 10h às 18h

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | contato@casaguilhermedealmeida.org.br
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

MAPA DO SITE
Governo do Estado de SP

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte sobre os Cookies e a Política de Privacidade para obter mais informações.

ACEITAR