guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Oficina



TRANÇA DE AMORAS NEGRAS: a poesia de Harryette Mullen em tradução

03 de Outubro de 2015 | 14h às 18h
Por Fernando Aparecido Poiana, Lauro Maia Amorim e Susanna Busato

Harryette Mullen é uma poeta afro-americana contemporânea cuja poesia é caracterizada pelo trabalho intenso com trocadilhos, brincadeiras com expressões idiomáticas e referências a versos, ligeiramente modificados, de músicas da cultura pop norte-americana. A autora promove uma crítica interessante em relação a aspectos de natureza cultural, política e identitária, envolvendo gênero e etnicidade. A proposta da oficina é promover uma experiência prática de tradução de alguns de seus poemas lançando-se mão de uma relação entre tradução e adaptação na recriação de trechos de seus poemas. Ao fim da atividade, os dois docentes farão uma apresentação literomusical com recitação de uma seleção de poemas da autora ao som pop-bluseado do guitarrista Fernando Poiana.

Esta atividade poderá contar como crédito de horas para o Programa Formativo para Tradutores Literários.



Fernando Aparecido Poiana
é músico e doutorando em Teoria e Estudos Literários no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), em São José do Rio Preto, SP. É bolsista Capes.

Lauro Maia Amorim é tradutor e professor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) de São José do Rio Preto. É autor da antologia Cores desinventadas: a poesia afro-americana de Harryette Mullen (2014). Atualmente pesquisa a tradução (poética) da identidade, investigando as relações entre tradução e recepção da literatura afro-americana traduzida no Brasil.

Susanna Busato é poeta e professora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) de São José do Rio Preto. Publicou o livro de poemas Corpos em cena (Patuá, 2013), finalista do Prêmio Jabuti em 2014. Seus interesses recentes de pesquisa centram-se nas relações entre poesia e espaço urbano, com ênfase na poesia brasileira moderna e contemporânea.

voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Agendamento de visita (grupos): 55 11 3672-1391 | 3868-4128
Visitação: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h
(consultar programação).

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | contato@casaguilhermedealmeida.org.br
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

OUVIDORIA