guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Curso



O tradutor e suas relações com os editores (e vice-versa)

19 de Maio de 2016 | 19h
Por Jiro Takahashi

O trabalho da tradução literária não se encerra com a finalização do texto a ser entregue à editora. O processo editorial pelo qual passa a tradução até a publicação continua requerendo, na melhor das hipóteses, a atuação do tradutor, em diálogo com os editores. O palestrante comentará a relação entre o trabalho de tradução e de edição com base em sua longa experiência como editor.

Esta atividade poderá contar como crédito de horas para o Programa Formativo para Tradutores Literários.


PROGRAMA

Estão previstas as seguintes palestras até o final do ano:

30 de junho: “Tradução de história em quadrinhos”, por Jotapê Martins


28 de julho: “Tradução de literatura brasileira no exterior”, por Antonio Dimas

5 de agosto: "Tradução como imersão na textualidade", por Lenita Rimoli Esteves

25 de agosto: “Tradução de literatura infanto-juvenil”, por João Azenha

29 de setembro: “Tradução e psicanálise”, por Viviane Veras

28 de outubro: “Tradução e filosofia”, por Simone Homem de Mello

24 de novembro: “Os estudos da Tradução e a universidade”, por John Milton

08 de dezembro: “Tradução e direitos autorais”, por Luciana Arruda

 



Jiro Takahashi atua no mercado editorial desde 1966. Iniciou na Editora Ática, participando da criação de novos conceitos de Livro de Professor eSuplementos de Trabalho, das séries Vaga-LumePara Gostar de Ler e Autores Brasileiros. Atuou, também, na direção editorial da Abril Educação, Nova Fronteira, Ed. do Brasil, Ediouro e Editora Prumo/Rocco. Atualmente é editor executivo da Nova Aguilar. Fundou a Editora Estação Liberdade em 1990. É mestre em Letras pela Universidade de São Paulo (USP) e leciona nos cursos de Letras, Tradutor e Intérprete, do Unibero/Kroton, na Faculdade Paulista de Artes e em cursos de pós-graduação em gestão empresarial da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (Fecap).

voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU

Visitação: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h
(consultar programação).

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | casaguilhermedealmeida@gmail.com
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

POIESIS
POIESIS
PORTAL DA TRANSPARÊNCIA ESTADUAL
OUVIDORIA