guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Evento Especial



II ENCONTRO DE MUSEUS-CASAS LITERÁRIOS DA CASA GUILHERME DE ALMEIDA

30 de Junho de 2017 | 18h30 às 21h

A RECONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA
Coordenação: Ivanei da Silva e Marcelo Tápia

A Casa Guilherme de Almeida organiza a segunda edição de seu Encontro de Museu-Casas Literários, que, com o “A Reconstrução da Memória”, buscará discutir os modos como a memória ligada ao histórico e aos personagens vinculados aos museus-casas pode ser reconstruída no contexto presente de atuação das instituições.

O Encontro visa à participação de instituições com perfil de museu-casa que podem ser distinguidos como espaços focados em literatura, em âmbito nacional. O evento tem como um de seus objetivos promover a troca de experiências entre instituições fundamentalmente relacionadas a personalidades da literatura, por meio de profissionais a elas ligados, ou cujo campo de estudos se associe a tal segmento. É destinado a profissionais e estudantes das áreas de museologia, arquivologia, biblioteconomia, letras (línguas, literatura, teoria literária e tradução), artes plásticas, artes cênicas, história, sociologia, turismo e afins, bem como a representantes da comunidade acadêmica e de instituições públicas, e, de modo geral, a interessados em museus e cultura.


PROGRAMAÇÃO

Tema geral: “A Reconstrução da Memória”
Dias 30 de junho e 1º de julho de 2017, sexta e sábado

30 de junho, sexta-feira, das 18h30 às 21h
Local: Casa Mário de Andrade
Endereço: Rua Lopes Chaves, 546 – Barra Funda


18h30

- Visita com educadores à Casa Mário de Andrade.


19h

- Mesa-redonda: “ A Reconstrução da Memória”;

- Regina Célia Pousa Ponte – Coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo – UPPM-SEC-SP;

- Davidson Kaseker – Coordenador do Sistema Estadual de Museus da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo – SISEM-SP;

- Ana Cristina Carvalho – Curadora do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo e Vice-presidente do Comitê Internacional para os Museus de Casas Históricas – DEMHIST/ICOM-BR;

- Marcelo Tápia – Diretor da Casa Guilherme de Almeida;

Mediador: Ivanei da Silva – Museólogo da Poiesis – Instituto de Apoio à Língua, à Cultura e à Literatura


19h30 – 21h

Palestra: "Mário de Andrade voltou pra casa";

Carlos Augusto Calil – Curador da exposição de longa duração na Casa Mário de Andrade, “Morada do coração perdido”.


1º de julho, sábado: das 9h às 12h
Local: Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura
Endereço: Av. Paulista, 37 – Bela Vista

9h às 9h30

Visita ao museu com educadores

9h30 – 12h

Mesa-redonda:

- Juciara Melo - Coordenadora Geral do Memorial “a Casa do Rio Vermelho – Jorge Amado e Zélia Gattai”, Salvador/BA;

- Solange Duarte Alvarenga Alvarenga – Coordenadora do Memorial Carlos Drummond de Andrade, Itabira/MG;

- Prőhle Gergely – Diretor do Museu Literário Petőfi – Budapeste, Hungria . Por vídeo conferência (11h30 – 12h)

Mediadora: Alexandra Rocha – Supervisora do Núcleo Educativo da Casa das Rosas.


1º de julho, sábado: das 14h às 20h
Locais:
Casa Guilherme de Almeida
Endereço: Rua Macapá, 187 – Pacaembu (visita)
Casa Guilherme de Almeida – Anexo (programação)

14h- 15h30

Visita ao museu com educadores

15h30

Palestra
- Elsa Rodrigues - Documentalista no Museu João de Deus e curadora da Casa-Museu João de Deus, ambos localizados em Lisboa, Portugal.

16h30

Mesa-redonda: “O museu-casa literário e seu contexto”

- Simone Dussán – organizadora do I Encontro de Museus-Casas Literários do Nordeste – videoconferência;

- Rosa Fátima de Souza-Chaloba – professora titular da Unesp – Araraquara; coordenadora da Chácara Sapucaia;

- Pedro Henrique Macerani – presidente do Instituto Cultural Cornélio Pires – Tietê/SP.

Mediador: Davidson Kaseker – Coordenador do Sistema Estadual de Museus de São Paulo – SISEM.

18h30

Palestra: “Conhecendo Museus”
Sala Cinematographos

Deborah Caroline Barbosa Silvestre – coordenadora executiva do projeto audiovisual Conhecendo Museus.


Grátis

 


Alexandra Rocha
é supervisora do Núcleo Educativo da Casa das Rosas, é bacharel em Artes Plásticas pela ECA-USP (1998) e atua com arte-educação há 21 anos em museus e espaços culturais em São Paulo, tendo atuado na área de coordenação artístico-pedagógica em CEU, Fábrica de Cultura, Caixa Cultural São Paulo, além de ministrar aulas e cursos para professores, educadores e outros públicos.

Ana Cristina Carvalho mestra e doutora em Artes Visuais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Curadora do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo, é também Coordenadora do Programa Patrimônio em Rede do Governo do Estado de São Paulo, Vice-presidente do Comitê Internacional para os Museus-Casas Históricas (DEMHIST) do Conselho Internacional de Museus (ICOM), Membro do Conselho Consultivo do Comitê Brasileiro do ICOM (ICOM-BR), Organizadora do Encontro Brasileiro de Palácios, Museus-Casas e Casas Históricas. Autora, juntamente com Carlos Faggin, do livro São Paulo, Olhar os Museus, Olhar a Cidade (2012), e organizadora do livro Museus-Casas Históricas no Brasil (2013).

Carlos Augusto Calil cineasta, crítico e ensaísta, professor do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da Escola de Comunicação e Artes da USP. Ocupou cargos públicos muito cedo: foi assessor de Sábato Magaldi na Secretaria da Cultura de 1975 a 1979, diretor da Embrafilme de 1979 a 1986, organizou a Cinemateca em 1987 junto com Paulo Emílio Salles Gomes e, em 2005, assumiu a Secretaria da Cultura da Prefeitura Municipal de São Paulo de 2005 a 2012 .  Curador da exposição de longa duração na Casa Mário de Andrade, “Morada do coração perdido”, sobre a vida e obra de Mário de Andrade inaugurada em maio de 2015.

Davidson Kaseker mestre em Museologia pela Universidade de São Paulo (PPGMUS-USP) e graduado em Letras pela USP (1983). Especialista em Administração de Empresas pelas Faculdades Armando Álvares Penteado (FAAP) e em Turismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)/MinTur (2010). Foi Secretário Municipal de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Itapeva no período de 2007-2012 e, desde junho de 2013, é diretor do Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP).

Deborah Caroline jornalista, especialista em Semiótica Clínica da Cultura; diretora de produção e conteúdo de projetos culturais e de ensino da Fundação José de Paiva Netto; coordenadora executiva do projeto audiovisual Conhecendo Museus – parceria entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Empresa Brasileira de Comunicação (TV Brasil), TV Escola (MEC) e Fundação José de Paiva Netto (FJPN).

Elsa Rodrigues possui formação académica em Fotografia, História e em Museologia e Patrimônio. Foi ainda aluna da Attingham Trust Summer School em 2012.  É Secretária-Tesoureira do DEMHIST. Nos últimos anos tem desenvolvido um forte interesse pela História da Educação e faz parte de um grupo de investigadores sobre História da Educação cujo objetivo primordial é a publicação de uma monografia sobre escolas portuguesas inovadoras e suas respectivas metodologias. Documentalista no Museu João de Deus e curadora da Casa-Museu João de Deus, ambos localizados em Lisboa, Portugal.

Ivanei da Silva museólogo pela UniRio, é mestre em Memória Social e Documentos pela mesma instituição. Atuou em diversos projetos de produção, conservação e montagem de exposições e, atualmente, trabalha na Poiesis – Instituto de Apoio à Língua, à Cultura, e à Literatura, atuando como museólogo da Casa Guilherme de Almeida e da Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura.

Juciara Melo bacharel em Ciências Sociais com Pós-Graduação em Planejamento Educacional (UFBA) e Especialização em Políticas de Comércio Exterior (IPEA, CENDEC, CEPAL/ILPES). Gestora pública no âmbito municipal quando atuou na EMTEURSA - Empresa de Turismo de Salvador (1997-1999), na Secretaria de Cultura e Turismo do Estado da Bahia (1991 a 1996), Diretora de Operações da Bahiatursa - Empresa de Turismo do Governo da Bahia (1999 a 2001).  Coordenadora Geral do Memorial “a Casa do Rio Vermelho – Jorge Amado e Zélia Gattai” (desde out/14); Coordenadora da implantação dos projetos expográficos do Espaço Carybé de Artes (Forte de São Diogo) e do Espaço Pierre Verger da Fotografia Baiana (Forte de Santa Maria) - Prefeitura Municipal de Salvador e Coordenadora Geral desses dois Espaços Culturais, desde a sua inauguração – maio/2016.

Marcelo Tápia poeta, tradutor, ensaísta e professor, é graduado em Letras (Português e Grego) e doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP. Autor de cinco livros de poemas, traduziu, entre outras obras, o romance Os passos perdidos (2008), de Alejo Carpentier; coorganizou o livro Haroldo de Campos – Transcriação. É, atualmente, professor pleno do Tradusp – Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução da FFLCH-USP. Dirige, desde 2009, o museu Casa Guilherme de Almeida – Centro de Estudos de Tradução Literária, em São Paulo, dedicando-se a reflexões e estudos acerca da especificidade dos museus-casas de escritores e de seus potenciais de atuação educativa e cultural.

Maria Cristina Lopes formada em Arte-Educação e especialista em Artes-Cênicas, coordena as atividades artísticas e administrativas do Museu Monteiro Lobato há 12 anos.  É representante regional da RA de São José dos Campos pela segunda vez.  Desenvolve o Projeto "Lobatinhos do Futuro" de incentivo a leitura.  Articuladora do Projeto "Trilha Cultural Museus de Taubaté" que pretende contribuir para a criação de uma Rede de Museus de Taubaté.

Pedro Henrique Macerani  (Pedro Massa) formado no curso de piano erudito pelo “Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos” Tatuí SP. Em 1996 se formou bacharel em historia da arte e folclore.  Atuou na direção, produção e roteirização de inúmeros filmes e documentário tendo como a cultura popular além de autor uma grande produção musical e literária.  Fundador e criador e responsável pela digitalização do rico acervo em áudio da “Audioteca Municipal Itamar Assumpção”, criou e fundou a “Casa da Cultura Benedito Pedro Silvestrin”.  Foi o responsável pelo projeto de recuperação e digitalização dos discos de vinil da “Turma Caipira de Cornélio Pires em 1929”.  Em 2012 fundou o “Instituto Cultural e Artístico Cornélio Pires” em Tietê/SP.   Atualmente trabalha como professor de Artes na rede estadual, no estúdio do instituto Cornélio Pires trabalha como produtor e arranjador em projetos diversos.

Prőhle Gergely hle Gergely pós-graduado em diplomacia Nemzetközi és Diplomáciai Tanulmányok Intézetének (BIGIS), atuando como diplomata cultural, junto a União Europeia. É diretor do  Museu Literário Petőfi  desde 2017.  O museu, um dos mais importantes da Hungria, situado em Budapest, abriga o acervo da maioria dos grandes escritores húngaros.

Rosa Fátima de Souza-Chaloba graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Uberlândia (1985), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1991), Estágio no Exterior na Universitat Autonoma de Barcelona (1994/1995), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1997), Pós-Doutorado na School of Education, University of Wisconsin - Madison/EUA (2001), Livre-Docência pela Universidade Estadual Paulista (2006) e estágio no exterior na Universidade de Santiago de Compostela (2009) e na Universidade de Lisboa (2012). Atualmente é professora titular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, no Departamento de Ciências da Educação e Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências /UNESP/Campus de Marília. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: cultura escolar, história da educação (história do ensino primário e secundário e história do currículo), cultura material escolar, centros de documentação e patrimônio histórico escolar.

Simone Dussán bacharel em Comunicação pela Fundação Armando Álvares Penteado, Especialista em Teoria da Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero e Museologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Ao longo de mais de 20 anos, trabalhou como gestora cultural em diversas instituições, como SESC Pompéia, Universidade de São Paulo, Instituto Cervantes e Agência Espanhola de Cooperação Internacional, nas quais desenvolveu parcerias com museus iberoamericanos. Atualmente vive em João Pessoa e é consultora de projetos para diversas instituições locais.

Solange Duarte Alvarenga Alvarenga graduada em Letras Letras pela FACHI - Faculdade de Ciências Humanas de Itabira, tendo concluído a graduação no ano de 1999. Funcionária  efetiva da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade na função de Assistente de Atividades Culturais, por 20 anos. No Museu de Itabira ocupou funções de assistente de curadoria em exposições, ações Educativas, arquivo: organização, limpeza e restauração, pesquisa histórica.  É coordenadora do Memorial Carlos Drummond de Andrade em Itabira- MG e também no Museu de Território Caminhos Drummondianos, Itabira-MG - o único Museu a céu aberto de poesia do Brasil.

 

 

voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU

Visitação: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h
(consultar programação).

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | casaguilhermedealmeida@gmail.com
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA ESTADUAL
OUVIDORIA