guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Transfusão



TERÉZIA MORA, ESCRITA ENTRE LÍNGUAS

13 de Setembro de 2018 | 19h às 21h
Por Terézia Mora (Berlim) e Simone Homem de Mello (São Paulo)

Em parceria com o Goethe-Institut São Paulo

Por ocasião do lançamento brasileiro do romance Todo Dia, primeiro livro da escritora húngara Terézia Mora traduzido para o português, a autora conversa sobre sua prática literária numa segunda língua, o alemão, e sobre a tradução e o trânsito entre idiomas, temas estes também presentes na caracterização do protagonista desta obra recém-publicada em tradução de Aldo Medeiros. A conversa faz parte da programação da 8ª edição do Transfusão – Encontro de Tradutores da Casa Guilherme de Almeida, que abordará a atividade tradutória à luz dos deslocamentos territoriais, linguísticos e culturais.


Simone Homem de Mello é autora e tradutora literária. Sua poesia está publicada nos livros Périplos (2005) e Extravio marinho (2010), Terminal à Escrita (2015) e em antologias brasileiras e estrangeiras. Escreveu os libretos das óperas Orpheus Kristall (composição de Manfred Stahnke, Munique, 2002), Keine Stille auβer der des Windes (composição de Sidney Corbett, Bremen, 2007) e UBU – Eine musikalische Groteske (composição de Sidney Corbett, Gelsenkirchen, 2012). Como tradutora, dedica-se à poesia moderna e contemporânea de língua alemã. Desde 2011, trabalha como coordenadora do Centro de Estudos de Tradução Literária da Casa Guilherme de Almeida. Seus mais recentes livros são Histórias em Imagens e Versos – Wilhelm Busch traduzido por Guilherme de Almeida (2017) e Editando o Editor: Guilherme Mansur (2018).


Terézia Mora, escritora húngara radicada na Alemanha, se tornou conhecida por sua prosa narrativa escrita em alemão: Seltsame Materie (1999), Alle Tage (2004; Todo Dia, publicado no Brasil em 2018, em tradução de Aldo Medeiros), Der einzige Mann auf dem Kontinent (2009), Das Ungeheuer (2013), Die Liebe unter Aliens (2016). Também escreve roteiros para cinema e peças de teatro e radiofônicas, além de ensaios. Membro da Academia das Artes de Berlim, recebeu diversos prêmios literários, como o Georg Büchner Preis, em 2018. Traduz para alemão autores húngaros, entre os quais Péter Esterházy, István Örkény, Péter Zilahy, Lajos Parti Nagy, Gábor Németh e Zsófia Bán.

voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Agendamento de visita (grupos): 55 11 3672-1391 | 3868-4128
Visitação: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h
(consultar programação).

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | contato@casaguilhermedealmeida.org.br
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA ESTADUAL
OUVIDORIA