guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Evento Especial



GUILHERME DE ALMEIDA EM CENA: 40 ANOS DA CASA GUILHERME DE ALMEIDA

13 de Julho de 2019 | A partir das 10h

O evento anual homenageia Guilherme de Almeida no mês em que nasceu e faleceu. Em 2019 – quando se completam 50 anos da morte do poeta e 40 anos da abertura da Casa que leva seu nome –, serão contempladas três das diversas vertentes artísticas exploradas por ele: o teatro, o cinema e a poesia.


Programação


Sábado, 13 de julho

10h
Visita ao Museu.


11h
Leitura dramática de texto teatral escrito por Guilherme de Almeida, pelo grupo de estudos coordenado por Fernanda Assef.

14h
Exibição do filme Tico-tico no fubá (1952), sobre a vida do compositor Zequinha de Abreu, cujos diálogos foram escritos por Guilherme de Almeida. Após a exibição, haverá uma conversa com Donny Correia a respeito da história da Cia. Cinematográfica Vera Cruz, produtora do filme.

17h
Lançamento do livro Caleidoscópio, antologia poética organizada pelos alunos do Grupo de Pesquisa e Análise da Obra Poética de Guilherme de Almeida, sob coordenação de Marcelo Tápia e Simone Homem de Mello.

Para realizar sua inscrição, clique aqui


Sábado, 20 de julho

10h
Encontro Peripatético: Roteiro de um poeta em São Paulo, com Laercio Cardoso de Carvalho e equipe da Casa Guilherme de Almeida.

Para realizar sua inscrição, clique aqui


Grátis

 


Donny Correia é mestre e doutor em Estética e História da Arte pela USP. É crítico de cinema e pesquisa as relações dele como a evolução das vanguardas históricas na arte. Também é escritor e poeta, tendo publicado, entre outros, Corpocárcere (2013) e Zero nas veias (2015). Em 2013, tornou-se o primeiro brasileiro a ter um poema selecionado pela NASA para ser enviado a Marte a bordo da sonda MAVEN. Publica ensaios e resenhas em periódicos como O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e Psicologia em foco (PUC-PR) e Revista CULT. Também atua como professor de História e Linguagem do Cinema em instituições diversas como FMU, Academia Internacional de Cinema e Sesc. Seu mais recente livro é a coletânea de ensaios Cinefilia crônica – comentários sobre o filme de invenção (2018).

Fernanda Assef
 é atriz e jornalista. Formada na Universidade Metodista, cursou pós-graduação em Direção Teatral pela Escola Superior de Artes Célia Helena e MBA em Bens Culturais – Gestão, Economia e Marketing em Cultura pela Fundação Getúlio Vargas. Estudou ainda na The Lee Strasberg Theatre & Film Institute e foi aluna ouvinte no Cours Florent em Paris. Trabalhou com grandes nomes da cena teatral paulista.

Laercio Cardoso de Carvalho é guia de turismo cadastrado no Ministério do Turismo, especializado no acompanhamento de visitantes na região central da cidade de São Paulo.

Marcelo Tápia, poeta, ensaísta e tradutor, é graduado em Letras (português e Grego), doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada e pós-doutorando em Letras Clássicas pela USP. Autor de cinco livros de poemas –reunidos no volume Refusões, ed. Perspectiva, 2017 –, traduziu, entre outras obras, o romance Os passos perdidos, de Alejo Carpentier. É professor do Tradusp – Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução da FFLCH-USP. Dirige os museus Casa das Rosas, Casa Guilherme de Almeida e Casa Mário de Andrade, entidades da Secretaria de Estado da Cultura, que formam a Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo.

Simone Homem de Mello é autora e tradutora literária. Sua poesia está publicada nos livros Périplos (2005) e Extravio marinho (2010), Terminal à Escrita (2015) e em antologias brasileiras e estrangeiras. Escreveu os libretos das óperas Orpheus Kristall (composição de Manfred Stahnke, Munique, 2002), Keine Stille auβer der des Windes (composição de Sidney Corbett, Bremen, 2007) e UBU – Eine musikalische Groteske (composição de Sidney Corbett, Gelsenkirchen, 2012). Como tradutora, dedica-se à poesia moderna e contemporânea de língua alemã. Desde 2011, trabalha como coordenadora do Centro de Estudos de Tradução Literária da Casa Guilherme de Almeida. Seus mais recentes livros são Histórias em Imagens e Versos – Wilhelm Busch traduzido por Guilherme de Almeida (2017) e Editando o Editor: Guilherme Mansur (2018).

voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Agendamento de visita (grupos): 55 11 3672-1391 | 3868-4128
Visitação: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h
(consultar programação).

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | contato@casaguilhermedealmeida.org.br
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

OUVIDORIA