guilherme
programação
museu
educativo
tradução literária
cinema
publicações
bancos de dados
serviços

Curso



A ESPECIFICIDADE DA TRADUÇÃO DE CARTAS

05 de Maio de 2021 | 19h às 21h
Por Naia Veneranda, Geórgia Cavalcante, Francesca Cricelli e Georg Otte
Aula 1

Quartas-feiras, 5, 12, 19 de maio e 9 de junho, das 19h às 21h

A tradução do tipo textual epistolar traz consigo diversas singularidades, a serem abordadas neste curso do ponto de vista teórico e prático. Após uma aula teórica, pesquisadores e tradutores de recortes das correspondências de Giuseppe Ungaretti, Sigmund Freud e Virginia Woolf falarão de suas experiências com a tradução deste gênero.

Traduzindo a escrita de cartas
Com Naia Veneranda
Quarta-feira, 5 de maio, das 19h às 21h

Tradução e epistolografia caminham juntas há milênios numa relação tão inseparável que, por vezes, nem chega a ser notada. É raro nos darmos conta de que Cícero, São Jerônimo, Martinho Lutero, bem como incontáveis outros epistológrafos/tradutores refletiam sobre tradução em sua produção epistolar. De outro ponto de vista, a escrita de cartas traz peculiaridades que tornam a tradução epistolar mais instigante do que aparentemente se imaginaria. O que fazer, por exemplo, com os desvios, inclusive os ortográficos, apresentados pelo autor? Quanto de normalização cabe na tradução de uma carta? Esta palestra discute a relação entre os campos da tradução e da epistolografia, tanto pela apresentação de uma perspectiva histórica, quanto pela abordagem dos desafios da prática.

As cartas de Virginia Woolf e Lytton Strachey em tradução
Com Geórgia Gardênia Brito Cavalcante Carvalho
Quarta-feira, 12 de maio, das 19h às 21h

Esta palestra aborda o processo tradutório de uma seleção de cartas em língua inglesa trocadas entre Virginia Woolf e o escritor e crítico britânico Lytton Strachey entre os anos de 1906 e 1912, antes da consolidação de Woolf enquanto escritora referencial para a literatura produzida no século XX. As dificuldades geradas pela distância de quase cem anos, pela diferença entre as estruturas da língua-meta e da língua-alvo, assim como as idiossincrasias culturais britânicas e brasileiras serão tematizadas nesta palestra.


Bruna Bianco e Giuseppe Ungaretti em cartas
Com Francesca Cricelli
Quarta-feira, 19 de maio, das 19h às 21h

Giuseppe Ungaretti foi um dos poetas mais importantes do século XX. Já no final de sua vida, entre 1966 e 1969, trocou quase 400 cartas com a então jovem aspirante a poeta Bruna Bianco. Esse encontro literário e amoroso foi algo marcante para ambos. Nos anos em que se correspondia com Bianco, Ungaretti também organizava sua obra completa, Vita d'un uomo. Nesse encontro, vamos observar de que forma a escrita epistolar de Ungaretti a Bianco ocupou a função de um relato de vida e organização de um pensamento sobre a poesia, para além do encontro amoroso.


Cartas aos filhos, de Sigmund Freud
Com Georg Otte
Quarta-feira, 9 de junho, das 19h às 21h

As Cartas aos filhos, de Sigmund Freud, revelam aspectos desconhecidos de sua vida familiar. O tradutor dessa parte da correspondência de Freud comenta a especificidade desses documentos, que, por um lado, se referem a circunstâncias históricas das primeiras quatro décadas do século XX na Áustria, marcadas pela Primeira Guerra Mundial, pelas crises econômicas e políticas dos anos 1920 e pela ascensão do nazismo nos anos 1930, e, por outro, mostram a maneira peculiar com que Freud reagia a esses acontecimentos para proteger seus filhos das piores consequências.


As gravações ficarão disponíveis até 9/7/2021.

Esta atividade conta como crédito para o Programa Formativo para Tradutores Literários e para o Programa de Aprimoramento em Tradução Literária. 

Grátis


Francesca Cricelli é poeta e tradutora literária. Doutora em Letras Estrangeiras e Tradução pela Universidade de São Paulo, publicou os livros Repátria (2015), 16 poemas + 1 (2017), As curvas negras da terra (2019) e Errância (2019). Traduziu, entre outros, Elena Ferrante, Igiaba Scego e Fernando Pessoa. Vive em Reykjavík onde estuda língua e literatura islandesa para estrangeiros.

Georg Otte é professor titular na Faculdade de Letras da UFMG, sendo atualmente coordenador do Programa de Pós-Graduação em Letras/Estudos Literários. Trabalha com as obras de Walter Benjamin e Hans Blumenberg, atuando também como tradutor desses pensadores, assim como de outros autores.

Geórgia Gardênia Brito Cavalcante Carvalho é tradutora e professora de língua inglesa e suas respectivas literaturas. É doutoranda em Literatura Comparada pela PPGLetras/ UFC e mestra em Estudos da Tradução pela POET / UFC e especialista em Ensino de Língua Inglesa pela Faculdade Stella Maris. Entre os temas que pesquisa estão memória e identidade.

Naia Veneranda Gomes da Silveira é mestre em Estudos da Tradução, jornalista com especializações nas áreas de Letras e Comunicação.

voltar
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Agendamento de visita (grupos): 55 11 3672-1391 | 3868-4128
Visitação: Quarta a domingo, das 12h às 16h

CASA GUILHERME DE ALMEIDA
CENTRO DE ESTUDOS DE TRADUÇÃO LITERÁRIA

55 11 3673-1883 | 3803-8525 | contato@casaguilhermedealmeida.org.br
Museu: R. Macapá, 187 - Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo
Anexo: R. Cardoso de Almeida, 1943 | CEP 01251-001 | São Paulo

OUVIDORIA